.NET e o Open Source

No dia 12 de Novembro a Microsoft surpreendeu a todos e anunciou que a plataforma .NET agora é open source. Apesar de boa parte do código do framework já ter sido aberto na .NET Foundation, agora também fazem parte dessa lista: ASP.NET, o compilador e o core do .NET e o Entity Framework. Tudo isso pode ser encontrado aqui e aqui.
Quem diria, hein? A Microsoft no Github.
Além de abrir o código da maioria de suas bibliotecas, também foi anunciado que serão desenvolvidas juntamente com a comunidade versões da CLR para Linux e Mac. Apesar disso, a Microsoft não deu sinais de lançar o Visual Studio para sistemas operacionais não-Windows.
Mas, para tentar resolver esse problema, alguns desenvolvedores da Microsoft criaram o Omnisharp – um projeto que faz com que o Intellisense e outros recursos do C# no Visual Studio funcionem no Vim, Emacs, Sublime Text e Atom.
Ou seja, apesar de não ter Visual Studio, já dá pra programar em C# no Ubuntu ou Mac OS usando o seu editor favorito.
Foi lançada também uma nova versão do Visual Studio, a Community. Até hoje, quem queria utilizar a ferramenta sem pagar tinha que baixar as versões Express, que tinham muitas limitações. Essa nova versão é gratuita e é equivalente à versão Pro e suporta a instalação de plugins.
A próxima versão(2015) irá suportar nativamente desenvolvimento para iOS, Android e Windows Phone. E, ao que tudo indica, a versão Community também.
Com essa mudança de postura da Microsoft, muitas novidades ainda estão por vir. Com a participação da comunidade no desenvolvimento da plataforma, podemos esperar mais notícias boas. Um grande passo.

A Caelum oferece dois cursos que utilizam a plataforma .NET: C# e Orientação a Objetos e Web Com ASP.NET MVC e Persistência com NHibernate.

Tags: , ,

11 Comentários

  1. Mauro Santos 02/12/2014 at 10:12 #

    Parabéns pelo ótimo post Professor! 🙂

    Uma expansão das fronteiras que irá divulgar ainda mais as tecnologias Microsoft.

  2. Robson Gomes Nascimento 02/12/2014 at 12:35 #

    Olá Gabriel. Como vai?
    Muito show seus comentários. Meu ponto de vista é, Microsoft deu um passo muito importante para evolução .NET e seus Framework. Enfim, resta lhe pedi mais cursos de .NET no Alura. Abraço!

  3. Luiz Leme 02/12/2014 at 12:55 #

    Gabriel, excelente post e mais uma vez a Microsoft nos surpreendendo com essa inciativa, demorou um certo tempo mas vamos aproveitar.

  4. Rodolfo 02/12/2014 at 15:41 #

    Aprendeu, Microsoft!? Show de post!

  5. Douglas Mendes 04/12/2014 at 23:30 #

    IOS? Serio?? Será que vai rolar no Windows?

  6. Gabriel Ferreira 06/12/2014 at 14:58 #

    Então Douglas, hoje em dia já é possivel usando o Xamarin Studio.
    Mas no Visual Studio 2015 parece que teremos isso já nativo na ferramenta.

  7. Flávio Almeida 08/12/2014 at 16:34 #

    Microsoft já vinha tomando uma postura parecida com sua plataforma WinJS (https://github.com/winjs/winjs). Tudo bem que não é o .NET, porém, aplicações desenvolvidas sob esta plataforma podem rodar em Windows Phone, Android e IOS. O suporte ao Firefox OS ainda está chegando. Logo, não me surpreendo com a Microsoft tornando outros produtos de sua família open source.

  8. Marcelo 09/12/2014 at 11:17 #

    Ótimas noticias mesmo galera, por isso fizemos o site http://www.superpartituras.com.br/ usando .NET, o que é excelente agora está de graça.

  9. Conrado 03/02/2015 at 16:04 #

    Excelente post (só o li um pouco atrasado rs).
    De qualquer maneira achei ótima a posição da MS. E, como disse nosso amigo acima (oportunidade para a Caelum / Alura também).
    Penso que a MS deu um passo importantíssimo para despertar o interesse pelo .Net. Eu mesmo, ultimamente estou estudando bastante (pretendo tirar uma certificação esse ano ainda). Pelo menos aqui no Estado de SP vejo diversas vagas com a plataforma .Net, agora então creio que a tendência é aumentar cada vez mais esse número.

Deixe uma resposta